Qual foi o primeiro Navio do mundo? 

Em 1819, o primeiro navio a vapor, o Savannah, foi o primeiro navio a atravessar o Oceano Atlântico.

 

 

Do blogtecnoword, Espírito Santo 06/12/2016

A história do primeiro navio é muito complexa para seu resumir apenas em um artigo, o navio, embarcação, um transporte marítimo, como todos nós conhecemos teve varias épocas. A história dos barcos vive paralelamente às histórias de aventuras de todos seres humanos do planeta água, assim se evoluiu e os navios foram inventados para melhorar o transporte marítimo no mundo. O início desta proeza foi em 24 de maio de 1819, o Savannah iniciava a primeira travessia do Atlântico feita por um navio a vapor. O barco a vela equipado com motor levou quatro semanas para concluir a viagem entre os EUA e a Inglaterra.

 

O navio é uma grande embarcação, geralmente dotada de um ou mais conveses.

 

O Navio Savannah foi o primeiro navio a vapor a atravessar o Oceano Atlântico, esta aventura aconteceu em 24 de Maio de 1819. O navio, embora fosse a vela, estava equipado com um motor a vapor e pás laterais, tendo levado quatro semanas para concluir a viagem entre Savana e Liverpool. Embora a roda de pás tivesse evoluído para o hélice e o motor a vapor para as turbinas a vapor, dando origem aos modernos navios, alguns modelos fluviais continuaram a utilizar a propulsão por pás por muito tempo, como os típicos steamboats do Rio Mississípi. A invenção do motor a vapor por James Watt propiciou o sonho de mover grandes embarcações sem depender dos ventos, o que foi realizado por Robert Fulton com o Clermont em 1807. Com a introdução dos motores a vapor e respectiva instalação nos navios, a duração de tempo das travessias marítimas foi drasticamente reduzida.

No entanto, trouxe diversos inconvenientes: a poeira do carvão que enegrecia tudo, o fumo da queima do carvão com o óleo lubrificante, o barulho, o estremecimento do casco do navio, além do perigo de explosão da caldeira por operação inadequada. A acrescer, os navios a vapor não tinham cascos estáveis e as condições de navegabilidade eram extenuantes para os passageiros e tripulantes, o que tornava extremamente desconfortáveis as viagens marítimas. No entanto, esteve em funcionamento apenas durante 85 horas. No resto do tempo, a propulsão foi através das velas.

 

Clique aqui e confira mais sobre a história do navio.

 

Não esqueça de comentar nossos artigos do site, de curtir, Comentar e Compartilhar nossa página do Fecebook e também os nossos posts do instagram.

 

blogtecnoword

A tecnologia a um click

 

 

Olá cadastre seu email Gratuitamente para dicas:

Delivered by FeedBurner